MONTGOMERY – BIRMINGHAM

Saímos de Mobile com destino a Birmingham, a maior cidade do Alabama, mas com uma parada estratégica no meio do caminho para conhecer a belíssima MONTGOMERY.

Após 170 milhas e duas horas de viagem pela excelente I-65 N, chegamos na capital do Estado do Alabama.

Montgomery tem cerca de 210.000 habitantes e, apesar de ser o centro político e administrativo do estado, parecia uma cidade fantasma no domingo.

Começamos o passeio pela Dexter Avenue, em que estão localizados os principais pontos turísticos.

A rua começa na COURT SQUARE FOUNTAIN (1 Dexter Ave, Montgomery, AL 36130, EUA).

A fonte é bacana, mas ficou famosa por causa da possibilidade de tirar foto dela com o capitólio ao fundo.

No final da Dexter Avenue fica o prédio mais famoso da cidade, o ALABAMA STATE CAPITOL (600 Dexter Ave, Montgomery, AL 36130, EUA).

Por ser domingo, a bela sede do governo estava completamente vazia, rendendo ótimas fotos. Tem estacionamento em frente.

Vale circundar o prédio para tirar fotos de outros ângulos.

Em frente ao capitólio fica o imponente e bem conservado prédio da STATE HOUSE.

Na Dexter Avenue visitamos, também, a KING MEMORIAL BAPTIST CHURCH ().

igreja 1

Bela e histórica igreja que Martin Luther King fazia as suas pregações.

Duas quadras abaixo fica a RIVER CITY CHURCH ().

Ao lado fica o prédio da ALABAMA STATE BAR HEADQUARTERS (339) e suas estátuas representando os maiores juristas do estado.

Em frente fica a sede da Suprema Corte.

O CIVIL RIGHTS MEMORIAL CENTER (400 Washington Ave, Montgomery, AL 36104, EUA) fica bem perto do capitólio.

Infelizmente o memorial estava fechado, mas tivemos a chance de passar em frente ao monumento e fazer uma reflexão junto à frase de Martin Luther King, em respeito àqueles que perderam suas vidas lutando pelos direitos civis.

Por fim, passamos no RIVERFRONT PARK () com seu calçadão (Riverwalk) às margens do Alabama River.

Para chegar tem que passar a pé por um túnel que fica em frente à Estátua do Hank Williams, famoso cantor country dos EUA. O estacionamento tem muitas vagas.

O parque tem poucas sombras, o que torna o passeio difícil durante o verão.

Montgomery é uma cidade extremamente bem cuidada, limpa e com várias opções de entretenimento. Foi uma grata surpresa e com certeza valeu o desvio no caminho.

Deixamos a capital do estado rumo à Birmingham em uma curta viagem de 90 milhas que durou cerca de 1h:20m, via I-65 N.

A maior cidade do Alabama, com cerca de 220.000 habitantes, ficou mundialmente famosa nas décadas de 50 e 60 por ser o centro da luta pelos direitos civis dos afro-americanos.

Em 1963, Martin Luther King Jr iniciou, em Birmingham, a fase aguda do movimento contra a segregação racial que mobilizou milhares de pessoas a realizarem protestos sem qualquer tipo de violência.

Pelas razões acima que a cidade tem muitos pontos turísticos que remetem aos árduos tempos da luta pela igualdade de direitos.

Nós ficamos hospedados no SLEEP INN PELHAM (200 Southgate Dr, Pelham, AL 35124, EUA).

O hotel fica em Pelham, município vizinho a 20 minutos de Birmingham. As instalações, internamente, precisam de melhorias. A mobília está nova, mas o carpete tem aparência de velho e encardido. Por fora aparenta estar novo, creio que tenha sido pintado recentemente.

aa

Nós o escolhemos pelo custo benefício, já que era mais barato que os hotéis dentro da cidade. A cama e os travesseiros são confortáveis e limpos. O quarto é silencioso. Café da manhã simples. Acredito que não ficaríamos novamente porque está abaixo do padrão que consideramos satisfatório.

Ficamos quatro dias inteiros em Birmingham, sendo mais do que suficiente para conhecer os principais pontos turísticos.

VULCAN PARK & MUSEUM (1701 Valley View Dr, Birmingham, AL 35209, EUA).

Parque muito bonito, situado no alto da Red Mountain e que oferece uma vista sensacional da cidade.

Tem uma torre de observação que pode ser acessada pelos visitantes ao custo de 6 dólares, tendo em seu topo a maior estátua de ferro do mundo.

O ingresso dá direito, também, a visitar o museu, que fica ao lado do gift shop. Funciona todos os dias das 10 às 22 horas. Estacionamento gratuito.

BOTANICAL GARDENS (2612 Lane Park Rd, Birmingham, AL 35223, EUA).

O jardim botânico é muito grande e bem cuidado. Tanto a entrada quanto o estacionamento são gratuitos.

Tem uma loja que vende lembrancinhas e mudas de diversas plantas. Funciona do nascer ao pôr do sol, diariamente.

O Birmingham Zoo fica ao lado do jardim botânico, mas não fomos. Funciona todos os dias das 09 às 17 horas. O ingresso custa 16 dólares por pessoa.

KELLY INGRAM PARK (5th Avenue N & 16th Street, Birmingham, AL 35203, EUA).

Praça que foi palco para ouvir os discursos em favor da igualdade racial.

Há vários monumentos em alusão à época, sendo que alguns retratam momentos impactantes da luta, como o caso da explosão que matou quatro crianças.

A praça fica perto da Sixteenth Street Baptiste Church e do Civil Rights Institute, em uma região conhecida como Civil Rights District.

LINN PARK (710 20th St N, Birmingham, AL 35203, EUA).

Situado na região central da cidade, o bem cuidado parque tem vários prédios públicos ao seu redor, como o City Hall, o Boutwell Auditorium e a Biblioteca Pública.

A bela ST PAUL’S CATHEDRAL (2120 3rd Ave N, Birmingham, AL 35203, EUA) e o  fica na mesma região.

Cerca de 6 quadras ao sul está localizado o histórico ALABAMA THEATRE (5th Avenue N & 16th Street, Birmingham, AL 35203, EUA) com seu mundialmente famoso letreiro.

RAILROAD PARK FOUNDATION (1600 1st Ave S, Birmingham, AL 35233, EUA).

Parque novo e sem muitas sombras que oferece uma ótima vista da região central da cidade, com seus prédios e chaminés das indústrias. Fica ao lado do estádio Regions Field (1401 1st Ave S, Birmingham, AL 35233, EUA).

Atrás fica a ROTARY TRAIL (2098 1st Ave S, Birmingham, AL 35233, EUA), pequena trilha asfaltada ao lado do trilho de trem, situada em uma área revitalizada da cidade.

A trilha acaba perto da SLOSS FURNACES NATIONAL HISTORIC LANDMARK (20 32nd St N, Birmingham, AL 35222, EUA).

Antiga siderúrgica que foi completamente preservada e transformada em uma atração turística com parque, museu e centro cultural, além de abrigar shows e eventos sociais. Funciona de terça à sábado das 10 às 16 horas e domingos das 12 às 16 horas. Entrada gratuita.

Infelizmente não conseguimos visitar, uma vez que chegamos às 16:10 e já estava fechando.

Nós fomos em alguns bons restaurantes em Birmingham e região, sem muito luxo, apenas lugares que fazem boa comida por preços justos.

ELI´S JERUSALEM GRILL (104 Heatherbrooke Park Dr, Birmingham, AL 35242, EUA).

O pequeno e simples restaurante fica escondido em uma galeria comercial e funciona no esquema em que o cliente faz o pedido no caixa, paga e aguarda o garçom levar a comida até a mesa.

Nós pedimos dois shawarmas, um de frango ao alho e o outro de carneiro, ambos deliciosos. Minha esposa adorou o falafel que pedimos à parte. Atendimento cordial e preços justos.

NINO’S ITALIAN RESTAURANT ().

Restaurante italiano com ambiente simples, ao velho estilo dos diners americanos. Também funciona no sistema em que o cliente escolhe o prato, paga no caixa e espera o garçom servir a comida na mesa.

O atendimento é muito cordial e a comida muito boa. Pedimos um calzone de frango com espinafre e um frango à parmegiana com espaguete, muito bem preparados, com gosto de comida caseira. Preços baixos.

JACK BROWN’S BEER & BURGER JOINT (2811 7th Ave S, Birmingham, AL 35233, EUA).

Bar com decoração maluca e música alta, porém, com ótimo repertório.

Minha esposa pediu um cheeseburger com molho barbecue e eu pedi o meu com cream cheese e jalapeño, estavam deliciosos! Excelente carta de cervejas, com várias artesanais. Preços justos. Recomendo!

TEXAS DE BRAZIL ().

Como estávamos com saudade da comida brasileira, resolvemos dar uma chance para essa rede de churrascarias que faz muito sucesso nos EUA. Ambiente formal com ótimo atendimento.

Igual aos rodízios brasileiros, com arroz, feijão, pão de queijo, banana à milanesa e muito produtos bons na mesa de frios, como aspargos gigantes frescos, sopa de lagosta e diversos queijos. As carnes estavam sensacionais, macias e saborosas. Não é barato, mas vale pela qualidade.

Após uma semana viajando pelo Alabama chegamos à conclusão de que é o estado mais hospitaleiro de todos que visitamos nos EUA. As pessoas são extremamente simpáticas e educadas, fazendo tudo ao alcance para agradar o turista.

A hospitalidade aliada à qualidade de vida nas cidades fez com que o Alabama se tornasse, surpreendentemente, o nosso local favorito dentro dos Estados Unidos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s