New York – EUA

Eu e minha esposa realizamos três viagens a NY (abril/13, maio/14 e setembro/16), e sempre achamos que ainda falta algo para visitar e conhecer.

INTRODUÇÃO

Nova York é “uma São Paulo” que funciona, ou seja, apesar de todas as mazelas de uma grande metrópole, há cidadania e respeito por parte de seus moradores, fazendo com que estes problemas impactem menos na vida das pessoas.

cidade 5

Ficamos um total de 20 dias na cidade e mesmo assim não conhecemos todos os pontos turísticos, mas garanto que visitamos os mais famosos.

cidade 2

cidade 1

Para entender um pouco melhor segue abaixo um mapa das regiões que circundam Manhattan.

MAPA

E um mapa de Manhattan somente.

MAPA DE MANH

ONDE FICAR

Pesquisei muito sobre qual o melhor local para se hospedar em NY e cheguei à conclusão que não há hotel em Manhattan pelo preço e qualidade que considero justos.

Hotel barato em Manhattan (na casa dos 100/150 dólares) com toda a certeza terá alguma pegadinha como banheiro compartilhado, cheiro de mofo, mal conservado, vizinhança indesejável, etc.

Os hotéis medianos na Ilha custam acima de 200 dólares a diária.

Como eu considero esses preços abusivos fui procurar um lugar que fosse bom, bonito e razoavelmente barato.

Esse local se chama LONG ISLAND CITY, a nova meca dos hotéis de rede (Marriott, Comfort Inn, Holiday Inn, etc), por preços razoáveis.

A cidade, que fica a uma estação de metrô de Manhattan, é formada por prédios comerciais e algumas residência antigas, sem muitas opções de restaurantes e quase nenhum ponto turístico, porém tem hotéis próximos ao metrô (Queensboro Plaza – linha amarela e Queenstown – linha azul), novos e bem conservados por diárias em torno de 120 dólares.

Cuidado para não cair no golpe e pegar um hotel que seja próximo de outras estações mais afastadas, em bairros perigosos, especialmente o Queens e a Jamaica.

Em 2013 e 2014 ficamos hospedados no hotel que é o número 01 do ranking do Trip Advisor em Long Island City e posso garantir que não nos decepcionamos.

O VERVE HOTEL (29th Street, Long Island City, NY 11101) fica a uma quadra e meia do metrô e, apesar da região ser deserta à noite, chegamos nos mais variados horários e nunca sentimos qualquer sensação de insegurança.

Não ouvimos relatos de assaltos a turistas na região.

verve 1

Os quartos são espaçosos e muito bem conservados.

verve 2

O café da manhã é farto e todos os andares possuem máquinas de bebidas e comidas para os hóspedes.

Compramos o cartão de metrô semanal e chegávamos na Times Square em 10 minutos.

Todas as estações tem máquinas que vendem bilhetes (METROCARD) diários, semanais ou mensais.

As máquinas são autoexplicativas e permitem pagar com cartão ou dinheiro.

Na viagem de 2016 o Verve Hotel estava lotado, assim como a maioria dos estabelecimentos em Long Island City.

Porém, demos muita sorte ao descobrirmos um hotel ainda pouco conhecido dos turistas porque tinha acabado de inaugurar, o LIC HOTEL ( ).

O hotel tem tudo que um viajante necessita. Novo, limpo, cama confortável, TV a cabo grande, quarto silencioso (pegamos a unidade virada para a 44th Ave), ducha muito boa, frigobar e microondas. Funcionários são legais e prestativos.

lic

O café da manhã é gratuito, porém, simples e com espaço apertado. Não gostei de que alguns alimentos, como manteiga e requeijão, são colocados em recipientes grandes para todos se servirem. Não tem porção individualizada.

O estacionamento é pequeno e custa 20 dólares por dia. O hotel fica colado ao metrô. Posso definir como um padrão Ibis melhorado. Pagamos cerca de 110 dólares pela diária.

A única crítica fica por conta da internet que é muito ruim, muito mesmo!

O terraço tem uma vista sensacional de Manhattan, especialmente durante a noite.

Quem não for se hospedar no LIC Hotel pode aproveitar a bela vista da Big Apple fazendo um passeio pelo GANTRY PLAZA STATE PARK ( ).

A região tem alguns bares e restaurantes que proporcionam uma boa refeição com Manhattan ao fundo.

O QUE FAZER

NY tem uma infinidade de passeios para todos os tipos de pessoas e bolsos.

1) ESTÁTUA DA LIBERDADE

estatua da liberdade 1

estatua da liberdade 2

Passeio obrigatório. Basta pegar o metrô e descer na Estação Bowling Green (linhas 4,5); na Estação Whitehall St (linha R); ou na Estação South Ferry Loop (linha 1) e caminhar até o Whitehall Terminal.

Há duas opções para chegar até a Estátua, uma gratuita (Staten Island Ferry) e outra que custa US$ 24.00 (balsa branca que sai ao lado do terminal).

Nós pegamos a balsa privada pelo conforto e tranquilidade de ir sentado sem ser incomodado na hora de tirar as fotos.

Vista de Manhattan da balsa

Vista de Manhattan da balsa

O passeio dura 2 horas passando ao lado da Estátua e indo até a Brooklyn Bridge.

2) BATTERY PARK

Ao lado dos locais que saem as balsas para a Estátua da Liberdade fica o Battery Park.

battery park placa

Local bacana para uma boa caminhada e chance de tirar fotos da margem oposta do Hudson River.

battery park 1

battery park 2

battery park 3

A região que circunda o parque é muito tranquila, com pouco trânsito e alguns locais bacanas para tomar uma cerveja ou um café.

battery park regiao 1

battery park regiao 2

battery park regiao 3

battery park regiao

3) WALL STREET

Quem estiver de metro, pode descer em diversas estações (Wall Street – linhas 2/3/4/5; Rector St – linhas 1/R; ou Broad St – linhas J/Z).

Nós estávamos a pé, e, saindo do Battery Park, basta subir 3,5 quadras pela Broadway para chegar na rua mais famosa do mundo quando se fala de mercado financeiro.

wall street placa

Logo no cruzamento das duas ruas fica a Trinity Church.

wall street trinity church

Wall Street está sempre muito cheia, ficando difícil tirar fotos sem varias pessoas nela, portanto, resolvemos pegar o metro e voltarmos a noite, após as 21 hrs.

Para nossa surpresa, não tinha ninguém, assim conseguimos tirar fotos do Federal Hall (com a estátua de bronze de George Washington) e da Bolsa de Valores.

wall street bolsa de valores regiao

wall street bolsa de valores

wall street estatua

No cruzamento da Broadway com a Whitehall St fica a praça triangular chamada Bowling Green, e, em sua ponta encontramos a famosa estátua do touro, o Charging Bull.

charging bull 1

4) WORLD TRADE CENTER MEMORIAL

Saindo de Wall Street basta pegar o metro na linha R (Rector St) e subir uma estação (Cortland St) para chegar no local em que ficava o World Trade Center.

wtc memorial 1

Tem um memorial que não entramos porque a fila estava gigantesca e achamos que não valeria a pena perder tanto tempo.

wtc memorial 2

Aconselho comprar os ingressos pela internet ou chegar para visitar por volta das 17 hrs, já que, segundo um casal de amigos, o local fica bem mais vazio.

Cuidado para não se atrasar pois o memorial fecha às 18:00 horas.

5) BROOKLYN BRIDGE

Ao leste do memorial, andando umas 10 quadras, chega-se na mais famosa ponte da Big Apple, a imponente Brooklyn Bridge.

brooklyn bridge placa

brooklyn bridge vista da agua

Em nossa segunda viagem resolvemos atravessar a pé, partindo de Manhattan e indo em direção ao Brooklyn.

A entrada fica na parte leste do City Hall, em uma rua chamada Park Row.

city hall

Quem quiser chegar de metro, basta descer na estação City Hall (linha R) e atravessar a praça, ou parar diretamente na estação Brooklyn Bridge City Hall (linhas 4,5,6).

Não tem como errar, logo na entrada terá um grande fluxo de pessoas.

brooklyn bridge 5

brooklyn bridge 1

A caminhada dura em torno de 30 minutos e a vista durante o trajeto compensa cada passo.

brooklyn bridge pier vista

brooklyn bridge 2

brooklyn bridge 4

6) DUMBO PARK

Ao chegar do outro lado, no Brooklyn, tem pegar a alça de saída dos pedestres e caminhar como se fosse passar por baixo da ponte, pois ao lado dela estará o Dumbo Park.

dumbo park 1

Local agradável para uma simples caminhada, tomar um sorvete e observar a Brooklyn Bridge e Manhattan.

dumbo park vista da brooklyn bridge

dumbo park vista da brooklyn bridge 1

dumbo park 2

Para os amantes de cerveja, bem perto fica a Henry Street Ale House (62 Henry St, Brooklyn, NY 11201).

7) NEW YORK SUPREME COURT e DISTRICT COURT

Ao voltar do Brooklyn pela Ponte, do lado direito, ficam as Cortes de NY.

Quem quiser chegar de metro tem que descer na Estação Chambers St (linhas J/Z).

Muitos se perguntam o que fazer por lá, mas basta chegar na escadaria para lembrar as dezenas de filmes e seriados que foram filmados naquela localidade.

supreme court 1

supreme court 2

supreme court 3

A praça em frente tem uma fonte com jatos que variam sua intensidade.

supreme court praca

Nesta região ficam todos os prédios administrativos da cidade.

supreme court city hall

supreme court city hall 3

supreme court city hall 2

8) CHINATOWN

O bairro fica em uma área com poucas opções de metro, tendo que descer nas estações Canal St (linhas J/Z/N/Q/6) ou Bowery St (linhas B/D) e caminhar umas 5 quadras, pelo menos.

chinatown 1

Nós não gostamos, pois é sujo, fedido e sem quaisquer atrações legais para visitar.

Eu gostei da comida, mas confesso que precisa ter um pouco de estômago para encarar a maioria dos restaurantes que são pequenos, pouco limpos e escondidos.

Os preços são muito atrativos, a nossa refeição (porção de guioza de entrada + arroz frito com carne e legumes + 2 cocas) ficou em menos de 25 dólares.

9) LITTLE ITALY

Vizinho a Chinatown, fica o bairro tipicamente italiano, lotado de restaurantes, cafés e mercadinhos.

LITTLE ITALY 1

Após o almoço no bairro chinês, deixamos a sobremesa para os italianos.

Paramos em um restaurante e comemos deliciosos cannolis acompanhados de cappuccino.

10) WASHINGTON SQUARE ARCH

Utilizando o metro (linhas R/N) basta descer na Estação 8th St – NYU e caminhar 4 quadras sentido 5ª Avenida para chegar no Washington Square Park.

washington square park 1

Dentro do parque, na entrada pela 5ª Avenida, fica o Washington Square Arch.

washington square arch

washington square arch 2

O local é muito bonito e calmo, com poucos turistas e alguns restaurantes e cafés bacanas ao seu redor.

O parque marca o início da 5ª avenida.

washington square church

Nós resolvemos andar a pé as 27 quadras até o Empire State Building, passando pelo Madison Square Park, parada comer um delicioso hambúrguer no Shake Shack (Madison Ave com 23rd St) ou uma cerveja gelada na Birreria (5ª Av com 23rd St).

11) EMPIRE STATE BUILDING

Após caminharmos quase 3km enfim chegamos ao segundo prédio mais famoso de NY.

empire state 1

Quando eu morava nos EUA (1997/1998) já tinha subido no topo do prédio e não tinha achado nada muito especial. Sim, há uma bela vista de toda a cidade.

empire state 2

Desta vez, ao nos depararmos com a imensa fila, nós, que odiamos qualquer tipo de espera e aglomeração de turistas sem educação, desistimos na hora.

Um aviso aos leitores que tem interesse de visitar os pontos turísticos aglomerados de NY: tentem comprar pela Internet o NY City Pass que dá descontos e preferência nas filas.

12) ROCKEFELLER CENTER – TOP OF THE ROCK – RADIO CITY HALL – ST PATRICK´S CHURCH

Em um raio de 03 quarteirões compreendidos entre a Avenue of the Americas e a Madison Avenue com a 51st St e a 49th St ficam os 04 pontos turísticos citados.

O Rockfeller Center é mundialmente famoso pela sua árvore de Natal e seu rinque de patinação no inverno. As vezes que fomos era primavera/verão, então só tinha um bar no lugar do gelo.

rfc bandeiras

rfc praca

rfc predio

O Radio City Hall fica mais bonito durante a noite, quando está todo iluminado.

radio city hall 1

radio city hall 2

Não entramos na torre do Top Of The Rock porque estávamos com pressa, mas todos dizem que a vista, principalmente a noite, chega a ser melhor que a do Empire State.

Para terminar a visita passamos pela St. Patrick´s Church, que estava em reforma, portanto, não tiramos boas fotos.

13) TIMES SQUARE

O local mais famoso e iluminado de NY tem acesso extremamente fácil pela Estação 49th ST (linhas N/Q/R). Ao sair do metro você se depara com todos aqueles telões e luzes.

times square 2

times square 3

Você se sente literalmente hipnotizado, sendo que só sai do “transe” quando algum turista esbarra em seu ombro. Com certeza é o ponto imperdível da cidade, durante a noite, obviamente.

times square 4

14) GRAND CENTRAL STATION

A maior estação de metro de NY concentra as linhas 4,5,6,7 e S.

Central Station 2

Muito bonita, com o teto pintado a mão.

Central Station 1

Tem vários restaurantes e lojas espalhados pelos seus diversos corredores e conexões.

Vale percorrer a parte externa utilizando saída da Park Avenue.

Central Station 4

Pegue a 41st St em direção a 5th Ave que você chegará na New York Public Library.

nypl

15) CENTRAL PARK

O parque é gigantesco, com várias entradas e acessos, inclusive com estações de metro ao seu redor.

central park 1

Nós descemos na Times Square e fomos a pé até a entrada situada na 7th Avenue chamada West Drive.

central park 4

Há várias formas de percorrer o parque (a pé, bicicleta, charrete, etc).

central park 3

Nós contratamos o passeio em que um rapaz de bicicleta puxa um carrinho. Custou 80.00 dólares e dura cerca de 2 horas e meia, uma vez que ele para nos principais locais para tirarmos fotos.

Convém ressaltar que, por este preço, o ciclista percorre somente a parte sul do parque.

Durante o trajeto, nós passamos por diversas fontes.

central park fonte

central park fonte 1

Chegamos ao lago.

central park lago 1

central park lago 2

central park lago

O passeio terminou no Strawberry Fields.

central park strawberry fields 1

central park strawberry fields 2

Trata-se de um memorial ao ar livre em homenagem ao John Lennon.

central park strawberry fields 3

O passeio pelo Central Park é imperdível.

Em nossa segunda ida ao parque resolvemos fazer a pé toda a sua extensão pela face leste (East Drive).

Descemos na 5 Ave Station e iniciamos a caminhada pela entrada localizada no cruzamento da quinta avenida com a E 59th St, passando pelo The Pond, Wollman Rink e o famoso Carrossel.

Continuamos pelo caminho conhecido como The Mall até chegar no Terraço da Fonte Bethesda.

Passamos pela famosa fonte que foi gravado o seriado Friends, pelo Conservatory Water e pelo Belvedere Castle.

Seguimos o passeio passando ao lado do The Metropolitan Museum of Art até chegar no Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir.

Terminamos a última parte do passeio no Conservatory Garden e no Harlem Meer, antes de sairmos pelo Duke Ellington Circle, bem perto da Central Park North Station – 110th St.

O passeio é muito legal e leva uma tarde inteira, já que são 51 quadras (59th St até a 110th St) e muitos pontos de paradas para fotos.

16) HIGH LINE PARK

O que fazer com um trilho do metro que passava pelo meio da cidade, praticamente na janela dos prédios ?

Um parque sensacional, muito arborizado, local ideal para relaxar.

high line park 1

high line park 3

high line park 4

A construção do parque transformou uma região degradada em um bairro valorizado e agradável.

high line park regiao 1

high line park vista 1

high line park vista

São Paulo tem muito a aprender com este projeto e, finalmente, achar uma destinação para o Minhocão (Elevado Costa e Silva).

17) EATALY (200 Fifth Avenue, Nova York, NY 10010)

Posso definir a Eataly como um shopping gastronômico sem paredes, pois é uma mistura de lojas, supermercados, empórios e restaurantes comandados pelo Chef Mario Batalli.

eataly 1

Comemos no restaurante Manzo, além de andarmos pelo local olhando todos os tipos de comidas e bebidas, em sua maioria de origem italiana.

Muito legal.

18) YANKEE STADIUM ( )

O estádio de um dos ícones do esporte dos EUA é muito imponente, uma mistura de história por fora e modernidade dentro.

A casa do New York Yankees fica um pouco distante da parte turística de NY, mais precisamente no famoso bairro do Bronx, mas pode ser facilmente acessada pelas linhas B e D do metrô (Yankee Stadium Station), cuja estação fica em frente ao estádio.

Vale a visita, desde que seja em dia de jogo porque a visita guiada é péssima! Sério! Pagar 25 dólares por pessoa para visitar três pontos dentro do estádio com guias extremamente rudes e que não deixam você tirar fotos durante o trajeto é lamentável! Pior ainda, o visitante não pode nem sentar nas arquibancadas ou chegar perto do campo.

Assim, recomendo pagar o mesmo preço por um ingresso do jogo para ter acesso a todas as áreas do estádio e ainda ter a chance de comer e beber nas melhores barracas dos EUA.
19) GENERAL GRANT NATIONAL MEMORIAL ( )

O maior mausoléu do mundo fica localizado na região noroeste de Manhattan, após o Central Park, às margens do Hudson River.

Basta descer na estação 116 Street e aliar o passeio com uma visita ao belo campus da Columbia University.

20) VERRAZANO NARROWS BRIDGE

A bela e imponente ponte que liga o Brooklyn à Staten Island tem um agradável parque linear com pista de cooper (Bay Ridge Promenade) que margeia a New York Harbor.

O estacionamento fica na base da ponte, porém tem poucas vagas.

21) ROOSEVELT ISLAND

Bela ilha situada no East River que não tem muitos pontos turísticos além da sua orla com bela vista de Manhattan e Long Island City.
Predominantemente residencial, a melhor forma de acessá-la é utilizando o teleférico (Roosevelt Island Tramway) que funciona das 6 às 2:30 da manhã com saídas de 15 em 15 minutos e que custa apenas um crédito do metrô.
A viagem dura apenas 3 minutos, mas vale pelas imagens de NY que suas janelas de vidro proporcionam.
A principal dica é correr para a frente do bonde tanto na ida quanto na volta. Rende ótimas fotos!

Para chegar até a estação, basta descer na Lexington Av Station do metrô e caminhar duas quadras.

22) NEW YORK PUBLIC LIBRARY – BRYANT PARK

O belo prédio histórico que abriga a Biblioteca Pública de NY é digno de uma parada para fotos de seu exterior ou, silenciosamente, apreciar o seu interior retratado em diversos filmes de Hollywood.

Ao fundo tem um restaurante/bar com mesas ao ar livre com vista para o Bryant Park e seu gramado no verão, pois, durante o inverno, vira pista de patinação. Vale o passeio!

ONDE COMER

 

Assim como em todas as metrópoles, NY possui uma infinidade de locais para comer, considerando todos os gostos, bolsos e preferências.

Apesar de todas as opções nós gostamos de comer os famosos sanduíches de rua, especialmente o cachorro-quente, vendidos pelos milhares de carrinhos ao redor da cidade.

cachorro quente

Sem contar os dias que passamos no mercado e compramos nossa própria janta para comer no quarto do hotel ou comemos nos restaurantes de redes famosas como Dunkin Donuts, Applebee´s, etc.

1) KATZ´S DELICATESSEN (205 E Houston Street, Nova York, NY 10002-1098)

Não tem como ir a New York sem visitar esse templo da gastronomia !

katz 6

katz 7

Torna-se obrigatório comer o gigantesco sanduíche de pastrami.

katz 2

O delicioso philly cheese steak.

katz 4

O cheeseburger, apesar de pequeno, quando comparado aos demais, é extremamente bem feito !

katz 3

Desta vez eu pedi um chilli cheeseburger e também não decepcionou.

katz 5

Preços convidativos e porções generosas ! Imperdível !

2) RED LOBSTER TIMES SQUARE (5 Times Square, Nova York, NY 10036)

O Red Lobster, a Katz´s Deli e o Hard Rock são os únicos restaurantes que repetimos em nossas 2 viagens para NY, portanto, posso dizer que são nossos favoritos na Big Apple.

Apesar deste restaurante ser de uma rede como tantas outras, ele se destaca pela localização (no coração da Times Square) e pela excelente qualidade dos pratos e das bebidas.

red lobster 5

red lobster lagostas

Na primeira vez que fomos a NY aproveitamos o festival da lagosta e pedimos dois pratos que na verdade serviriam facilmente 03 pessoas!

Desta vez, em nossa primeira ida, resolvemos pedir uma porção de cogumelos recheados como entrada.

red lobster 8

E dividimos um ótimo prato de fetuccine com camarões, mariscos e lagostas.

red lobster 81

O ponto alto da refeição veio com o cheesecake de morango! Sério! O melhor que já comemos!

red lobster 82

Sem falar no delicioso pão temperado que eles servem como entrada !

red lobster 7

Tudo acompanhado de cervejas bem geladas.

red lobster 6

Não é o restaurante mais barato dos EUA, mas acho razoável pela qualidade da comida.

red lobster 83

Em nossa segunda visita estávamos com um casal de amigos e pedimos o menu executivo do almoço. Pelo preço de 24.00 dólares você tem direito a uma entrada + prato principal + sobremesa.

A clam chowder de entrada é deliciosa.

red lobster 1

Como pratos principais pedimos macarrão com frutos do mar e camarão cajun acompanhado de arroz.

red lobster 3

red lobster 4

Entre as sobremesas pedimos a torta de maçã, o petit gateau e o cheesecake de caramelo, que, obviamente, não chega nem perto da mesma sobremesa pedida a la carte.

3) HARD ROCK (1501 Broadway on the Corner of 43rd and Broadway, Frnt 1, Nova York, NY 10036)

Situado na Times Square, e, como todos os outros estabelecimentos da rede HR que fomos, nunca nos decepciona.

hard rock 0

hard rock 1

Ótima comida, ótima música e uma boa variedade de cervejas !

hard rock 2

Os lanches são as melhores pedidas do cardápio.

hard rock 3

hard rock 4

A mobília de cada restaurante é composta por diversos itens que pertenceram a músicos de todo o mundo.

hard rock guitarra 3

hard rock guitarra 2

hard rock guitarra 1

Para quem é fã do bom e velho rock and roll, não deixe de ir !

4) GRAY´S PAPAYA (2090 Broadway Ste. 1, Nova York, NY 10023-2802)

Local predileto do chef Anthony Bourdain para degustar um hot dog.

gp 1

Cachorro quente simples, podendo acrescentar apenas chilli, queijo e/ou repolho.

gp 2

O preço é ridiculamente baixo e o hot dog é muito saboroso.

Ponto negativo para a estrutura do local, bastante apertado, há apenas uma bancada para comer, sempre com muita fila.

Não confundir com o clone que inventaram para enganar os turistas desavisados, como eu e minha esposa.

Perto do Washington Square, no cruzamento da Broadway com a Waverly, tem o Papaya Dog, que em nada lembra o Gray´s Papaya, seja na comida ou no atendimento. Evitem!

papaya 1

5) THE MEATBALL SHOP (84 Stanton St, Nova York, NY)

Como o próprio nome diz, trata-se de um restaurante que serve pratos com almôndegas.

meatball 1

Pedimos 02 lanches de almôndegas, sendo a minha de porco e a da minha esposa de carne. Comida apenas razoável e cara para o que nos foi servido.

Péssimo atendimento, música extremamente alta dificultando qualquer diálogo, ou seja, decepção total.

Em nossa opinião, programa dispensável ! Não faz jus à fama que tem, sem contar que não tem metrô perto.

6) CANTINA CORSINO (637 Hudson Street, Nova York)

Em nossa ida ao High Line Park, descemos na Estação 8 AV (linha L) e seguimos caminhando em direção ao parque na esperança de encontrar algum lugar para almoçar.

Ao passarmos pela Hudson Street nos deparamos com essa simpática cantina e resolvemos entrar.

corsino 4

Local agradável, preços justos e cardápio com poucas opções.

Pedimos uma cerveja espanhola para beber enquanto esperávamos pelo prato que resolvemos dividir, pois estávamos com pouca fome.

corsino 2

A nossa massa com rúcula, pancetta e pimenta estava sensacional! Muito boa mesmo!

corsino 3

Nos arrependemos de pedir somente um prato.

7) MANZO (200 5th Ave., Nova York, NY 10010)

Restaurante sofisticado situado dentro da Eataly.

manzo 5

Pedimos o menu executivo que consiste em uma entrada + prato principal + sobremesa.

manzo 8

manzo 7

manzo 2

A comida estava deliciosa, mesmo! Acompanhado de um delicioso pão italiano com azeite de alta qualidade.

manzo 4

manzo 3

Tudo acompanhado de uma boa IPA da Dogfish Head.

manzo 1

Preço justo pela qualidade da comida e do ambiente. O almoço custou cerca de 80 dólares.

8) CARLO´S BAKERY (95 Washington St, Hoboken, NJ 07030)

Confeitaria do famoso Bud Valastro, o chef dos programas Cake Boss e Kitchen Boss, do canal TLC.

bud 1

bud 2

Fica fora de Manhattan, em Hoboken, sem qualquer tipo de metrô por perto. Conseguimos chegar no local pois estávamos de carro voltando de Hartford e indo em direção aos Hamptons (ver os demais posts da viagem).

Fila na porta para ter o direito de entrar no local. Após entrarmos, ainda recebemos uma senha que demoraria em torno de 01 hora para sermos atendidos.

Assim como muitos, devolvemos a senha e fomos embora, pois sabíamos que havia uma filial em Manhattan, o CAKE BOSS CAFE (625 8th Avenue at 42nd Street, Times Square, Nova York, NY 10036).

bud manhattan 1

Alguns dias depois resolvemos fazer uma visita ao lugar e, sem filas, conseguimos comprar alguns doces.

bud manhattan 4

Compramos morangos cobertos com chocolate e alguns biscoitos diversos.

bud manhattan 2

Podemos garantir que tem muito mais fama do que sabor. Não é ruim, porém não tem nada de especial que nos faça querer voltar.

bud manhattan 3

Vale mais pelas fotos.

9) PIZZARIAS “DE BAIRRO”

Qualquer pizzaria situada nos bairros de NY fazem deliciosas “redondas” ideais para forrar o estômago no hotel.

Eu e minha esposa provamos algumas pizzarias próximas ao nosso hotel e todas estavam perfeitamente preparadas, além dos preços extremamente baixos.

10) EILEEN´S SPECIAL CHEESECAKE ()

O lugar é minúsculo, apenas uma portinha e dois balcões com bancos para sentar, mas faz o melhor cheesecake que eu já comi !

Tem várias opções, mas eu recomendo o regular, sem qualquer cobertura. O cheesecake individual custa US$ 3,90. Fica bem perto da estação Spring St.

11) GATSBY´S ()

Uma espécie de pub com ambiente muito agradável, ótimo atendimento e boa carta de cervejas e vinhos.

As cervejas (garrafa, lata e chopp) custam em torno de 7 dólares. Ideal para um happy hour! Ao lado da estação Spring St.

12) THE BURGER GARAGE ()

Ótima lanchonete decorada ao melhor estilo dos antigos diners dos EUA e que faz ótimos burgers por preços muito justos.

Cerca de 6 dólares um cheeseburger bem servido. Ideal para quem estiver hospedado em Long Island City.

13) KORZO ()

Situado no Brooklyn, bem perto da estação Prospect Av, fica este pequeno e agradável restaurante especializado na culinária do leste europeu. Fomos em busca do famoso deep fried burger, o hambúrguer frito.

Trata-se de um burger com bacon envolto em uma massa de fogaça e frito na imersão!  Delicioso! Sensacional! Um dos melhores lanches que eu já comi na vida!

O cliente ainda pode escolher o ponto da carne. Acompanha batata frita fina e sequinha, salada de repolho e legumes em conserva. Tudo muito bom! Tem uma boa diversidade de cervejas europeias e americanas.

14) ROCKAWAY BREWING COMPANY ()

Não espere um ambiente refinado ou qualquer coisa para comer. O lugar é feito exclusivamente para apreciar as ótimas cervejas produzidas ali mesmo!

Aproveite para sentar no banco junto ao balcão do bar. Pedimos dois samplers, com 4 opções cada, por meros US$ 16,00. Recomendo muito para os amantes de cerveja!

15) PLANET HOLLYWOOD ()

Sempre evitamos entrar no restaurante em nossas idas a Vegas e NY porque sabíamos que era pega turista. Dessa vez sucumbimos e vimos que estávamos certo em relação ao preço.

Porém, a ótima comida e o bom atendimento nos fizeram sentir menos enganados. Pedimos o dip de espinafre e os sliders de entrada, além de um hambúrguer com chilli e fritas para dividir.

Tudo estava muito bom, mesmo! Pedimos ainda 4 cervejas. Tudo custou cerca de 80 dólares, fora gorjeta. Vale à pena conhecer, mas não ir com frequência.

16) THE BOIL ()

Já tínhamos provado esse estilo de restaurante em San Diego (The Boiling Crab) e Atlanta (The Boiling Crawfish) e, para nossa total surpresa, NY tinha se rendido aos pratos de frutos do mar ao melhor estilo Cajun.

Lagostas, camarões e caranguejos gigantes embebidos em molhos à escolha do cliente e servidos dessa forma dentro de sacos plásticos para comer com as mãos e se lambuzar.

Tudo estava muito bom, inclusive o crab cake.  Não é muito barato, mas acredito que para comer esse tanto de frutos do mar vale a pena.

17) ANABLE BASIN SAILING BAR & GRILL ()

Trata-se de um bar em que você mesmo pede a cerveja no balcão, paga e leva até sua mesa. Ao lado tem uma espécie de cozinha que funciona no mesmo sistema.

Cardápio com poucas opções. Comemos um hot dog e um hambúrguer com salada. Estavam muito bem preparados. O atendimento do cozinheiro é muito cordial.

Pelo fato de ficar às margens do East River, o ponto alto fica por conta da belíssima vista de Manhattan.

Impagável tomar boas cervejas geladas apreciando aquela vista. Imperdível!

Nova Iorque é apaixonante e infindável, não importa quantas vezes você for, irá sempre querer voltar.

Advertisements

18 thoughts on “New York – EUA

  1. Pingback: Hamptons – Montauk – EUA | Comida para viagem

  2. Pingback: Hartford – EUA | Comida para viagem

  3. Pingback: Boston – Hull City – EUA | Comida para viagem

  4. Pingback: Blackwood – Atlantic City – EUA | Comida para viagem

  5. Pingback: Baltimore e Philadelphia – EUA | Comida para viagem

  6. Pingback: Washington – EUA | Comida para viagem

  7. Pingback: Annapolis – EUA | Comida para viagem

  8. Pingback: Delaware – EUA | Comida para viagem

  9. Valeu, esta iluminando nossa visita a NY, pena que serão somente 8 dias.
    Tem algumas dicas para ano novo ?
    Valeuuu abracosss!

    Like

  10. Valeu!!!!! Voce esta iluminando nossa visita a NY, pena que serão somente 8 dias…..
    Tem algumas dicas para ano novo ??? O que nao fazer ?: O que fazer ??
    Valeuuu abracosss!!!

    Like

    • Fala Robson ! Fico feliz em saber que as dicas estão ajudando ! Ano novo tem que ser na Times Square, sem dúvida alguma. A cidade fica bem cheia, portanto espere muitas filas e frio nessa época. Eu tentaria fazer os passeios mais cheios, tipo Estátua da Liberdade, no dia 1 pela manhã, se estiver aberto, para escapar da muvuca. O resto é encarar a multidão e aproveitar muito essa cidade sensacional !

      Like

      • E ai Leo, valeu po ! Ooooo se esta ajudando, demais!!!! Estamos ansiosos por essa viagem, coletando o maior numero de informacoes possiveis! Mas a times square vale mesmo a pena ? Depois que desce a bola, acaba a festa, nada mais?

        Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s